Sigeasfi assina convênio com Sinterpa para disponibilizar hotel de trânsito ao associados

Sigeasfi assina convênio com Sinterpa para disponibilizar hotel de trânsito ao associados

Postado em: 22 de junho de 2018

Sigeasfi assina convênio com Sinterpa para disponibilizar hotel de trânsito ao associados

Os associados do SIGEASFI-MS que necessitarem viajar a Campo Grande poderão utilizar o Hotel de Trânsito do SINTERPA-MS. Por meio do convênio firmado entre as entidades, com objetivo de proporcionar hospedagem de qualidade e segurança, a taxa diária de hospedagem terá o custo de R$ 25,00.

A parceria entre os dois sindicatos foi concretizada durante a visita da diretoria do Sigeasfi ao Sinterpa. Na oportunidade, a presidente do sindicato, Luíza Haddad, parabenizou o Sinterpa pelas instalações bem estruturadas, com conforto e qualidade, e verificou a importância de oferecer esse benefício aos associados que residem no interior do Estado.

O Hotel de Trânsito do Sinterpa oferece acomodações para o associado e seus familiares. São 12 apartamentos com banheiro privativo e 36 leitos, com ar condicionado, uma cozinha ampla e equipada de uso coletivo para alimentação, e uma sala de estar com TV.

As reservas devem ser feitas com antecedência, conforme regulamento de hospedagem abaixo descrito. Para ter acesso ao benefício, o associado deve solicitar seu atendimento ou de seu dependente na sede do Sinterpa, onde é localizado também o hotel de trânsito. O pedido pode ser feito pelos telefones (67) 3351-0206 e (67) 99912-6430 (falar com Clarice ou Edmilson).

RESUMO DO TERMO DE CONVÊNIO PARA USO DO HOTEL DE TRÂNSITO

Convênio : SINTERPA e SIGEASFI

Cláusula 1ª – O presente termo de acordo visa o oferecimento de desconto em hospedagem no hotel de trânsito localizado nas dependências da Convenente, nos pagamentos à vista ou no cartão de crédito/débito para os associados e conveniados da empresa conveniada;

Parágrafo único: O valor da hospedagem será de R$ 25,00 (vinte e cinco) reais para cada hóspede conveniado, em instalações com ar condicionado e banheiro privativo, sala de TV de uso comum, excluído o café da manhã, sendo de responsabilidade do usuário as roupas de cama, contudo a convenente terá como opção para os conveniados, roupa de cama e banho, e o mesmo deverá pagar uma taxa pelo uso dos mesmos no valor de R$ 10,00 (DEZ REAIS);

Cláusula 2ª – Só terão os descontos oriundos deste convênio os associados da empresa conveniada que apresentar documento que comprove a condição de associado ou dependente;

Cláusula 3ª – O usuário conveniado deverá obedecer as normas da convenente, consoante a relação abaixo:

3.1 – zelar pelos objetos e pela limpeza do Hotel de Trânsito da entidade, uma vez que o mesmo é de uso comum de todos os filiados;

3.2 – É proibido se alimentar dentro dos alojamentos ou armazenar alimentos perecíveis nos alojamentos, bem como o consumo de bebida alcoólica dentro das dependências do Hotel de Trânsito da entidade;

3.3 – A zeladora da convenente ficará responsável pelo controle das hospedagens de segunda a sexta-feira, horário das 07:30 às 17:00 horas. O caseiro ficará responsável das 17:00 horas às 07:30 horas da manhã, e nos sábados, domingos e feriados, em horário integral;

3.4 – Ao entregar a chave na saída do alojamento, a zeladora e o caseiro da convenente, cada um no seu turno de responsabilidade, fará vistoria nos alojamentos, e o usuário conveniado será responsável pelos danos aos eletrodomésticos e demais produtos colocados à disposição, por culpa ou dolo, devendo ressarcir antes de deixar o Hotel de Trânsito;

3.5 – O prazo máximo de utilização do Hotel de Trânsito da entidade é de 05 (cinco) dias consecutivos, podendo ser prorrogado, prioritariamente nos casos de tratamento de saúde em sua pessoa ou em pessoa da família ou nos casos urgentes ou emergenciais que serão analisados pela Diretoria Executiva Convenente, caso estejam com disponibilidade de vagas;

3.6 – Quando hospedado no alojamento do Hotel de Trânsito da convenente, o hóspede conveniado fica expressamente proibido de receber no quarto qualquer pessoa estranha ao relacionamento do controle de hospedagem no Hotel de Trânsito da entidade;

3.7 – O usuário conveniado deverá zelar pelo uso racional da energia elétrica e água do Hotel de Trânsito por seus filiados, desde que devidamente identificados na data da hospedagem;

Cláusula 4ª – A Conveniada será responsável solidária pelo pagamento do uso do Hotel de Trânsito por seus filiados, desde que devidamente identificados na data da hospedagem;

Cláusula 5ª – Este convênio entra em vigor na data da sua assinatura e produzirá efeitos até um ano após a formalização, podendo ser prorrogado por sucessivos períodos por meio de aditamentos contratuais;

Cláusula 6ª – As partes poderão rescindir este convênio a qualquer tempo, desde que notifiquem a outra parte com antecedência mínima de 30 (trinta) dias, ou nos seguintes casos, falência, insolvência ou término das atividades de uma das partes, violação às regras e obrigações contidas no presente convênio;

Cláusula 7ª – As partes elegem o foro da Comarca de Campo Grande para dirimir qualquer dúvida que eventualmente surgir na vigência deste convênio, reiterando ainda que a parte que der causa para a rescisão deste termo responderá pelos prejuízos causados, sem prejuízo das custas processuais e honorários advocatícios;

Cláusula 8ª – E por estarem justo e conveniados, assinam o presente instrumento em duas vias de igual teor e forma, na presença de duas testemunhas, para que surta seus efeitos legais.

Campo Grande – MS, 20 de junho de 2018.

Convenente: EDMILSON VOLPE

Conveniada: LUIZA HELENA HADDAD COUTINHO