Servidores da Iagro trabalham na fronteira durante Operação Ágata 11

Servidores da Iagro trabalham na fronteira durante Operação Ágata 11

Postado em: 21 de junho de 2016

Servidores da Iagro trabalham na fronteira durante Operação Ágata 11

Desde o último dia 13 de junho, está sendo realizada pelas Forças Armadas a Operação Ágata 11. A ação pretende combater crimes transfronteiriços e, em Mato Grosso do Sul, é desenvolvida na fronteira com o Paraguai e Bolívia.

Os servidores da Iagro também atuam nesta operação vistoriando os caminhões que estão transportando animais, para conferir se não são contrabandeados dos países vizinhos. É um trabalho de defesa sanitária em parceria com os militares.

Os animais são inspecionados e toda documentação necessária para o trânsito é verificada. “Os servidores da agência verificam toda a documentação dos animais em trânsito, para fiscalizar inclusive se estão devidamente vacinados e que não há riscos para a sanidade de Mato Grosso do Sul. O trabalho de defesa agropecuária é estratégico para um Estado como o nosso, que tem como base da matriz econômica o agronegócio”, comentou a presidente do Sigeasfi, Luiza Coutinho.

Segundo a presidente do Sigeasfi, o desafio de manter a sanidade dos animais requer constante avaliação da vulnerabilidade da fronteira. Nos anos de 2011 e 2012, o Paraguai confirmou novos focos de febre aftosa. Atualmente, Mato Grosso do Sul tem status de zona livre de febre aftosa com vacinação, reconhecimento internacional pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O Estado tem um rebanho bovino de 19 milhões de cabeças.

Por: Assessoria de Comunicação