Recurso impetrado por sindicatos deve ser julgado em agosto

Recurso impetrado por sindicatos deve ser julgado em agosto

Postado em: 17 de julho de 2019

Recurso impetrado por sindicatos deve ser julgado em agosto

O Sigeasfi-MS e outros 6 sindicatos entraram com agravo de instrumento na última sexta-feira, dia 12 de julho, contra a liminar deferida em favor do governo do Estado que manteve a jornada de trabalho dos servidores públicos de 8 horas diárias. Mas devido ao recesso forense, o julgamento no Órgão Especial do Tribunal de Justiça só deve acontecer na primeira semana de agosto.

O sindicato vai avisar, através do site e das redes sociais, a data e horário deste julgamento para que os servidores possam acompanhar a apreciação do judiciário e também promover mobilização em frente ao Tribunal.

“Enquanto isso, os sindicatos vão promover uma campanha, através de outdoors em Campo Grande e nas principais cidades do interior do Estado, para chamar atenção da população para a realidade dos órgãos públicos estaduais”, disse a presidente do Sigeasfi-MS, Líliam Kohler dos Santos Angelo.

Desde 1º de julho, através do Decreto n° 15.192/2019, a jornada de 8 horas diárias foi implantada sem reajuste salarial, auxílio-alimentação ou qualquer outra contrapartida para as categorias. A jornada de trabalho dos servidores públicos do Estado foi reduzida em 2004, no governo Zeca, para diminuição dos gastos públicos.

Por: Assessoria de Comunicação do Sigeasfi-MS

Foto: Secom TJMS