Plantio de soja chega a 12% no Brasil

Plantio de soja chega a 12% no Brasil

Postado em: 17 de outubro de 2017

Plantio de soja chega a 12% no Brasil

O plantio da safra 2017/2018 de soja chegou na quinta, dia 12, a 12% da área brasileira, com avanço de sete pontos na comparação com os 5% de uma semana antes, segundo a assessoria AgRural. O número veio em linha com os 11% da média de cinco anos, mas é inferior aos 18% do ano passado, quando a semeadura foi umas das mais rápidas já registradas.

O avanço semanal poderia ter sido maior, não fosse a redução do ritmo dos trabalhos – e em alguns casos a sua completa interrupção – em boa parte do Centro-Oeste, onde a irregularidade das chuvas ainda amedronta os produtores. As plantadeiras entraram em campo no início da semana, quando ainda havia umidade no solo, mas foram gradativamente parando devido à falta de chuva e à ausência de maiores volumes nas previsões para as próximas duas semanas.

Entre os principais estados produtores, Mato Grosso plantou 18% de sua área – abaixo dos 31% no ano passado, mas acima dos 15% na média de cinco anos. Nos vizinhos Mato Grosso do Sul e Goiás, o plantio chegou a 14% e 3%, respectivamente. Ambos estão atrasados na comparação com a safra passada, mas seguem em linha com a média de cinco anos. A lentidão dos trabalhos não significa necessariamente que a soja perderá área ou potencial produtivo, mas ela preocupa os produtores que plantam milho em janeiro.

Chuva no Sul

No Paraná, por outro lado, as chuvas continuaram generosas e intercaladas com aberturas de sol – o que permitiu rápido avanço do plantio e boas condições para o desenvolvimento inicial das lavouras. Até quinta, 30% da área paranaense de soja estava semeada, em linha com os 29% da média de cinco anos, ainda que atrás dos 39% do ano passado.

Os outros estados que já estão com o plantio em andamento são Santa Catarina (3%), São Paulo (8%), Minas Gerais (2%) e Rondônia (13%).

A AgRural estima a área plantada com soja na safra 2017/2018 do Brasil em 34,6 milhões de hectares, com aumento anual de 2%. A produção potencial, calculada com base em linha de tendência de produtividade, é de 109,9 milhões de toneladas, queda de 4%.

Fonte: Canal Rural – Foto: Canal Rural