Meta é imunizar contra febre aftosa 20 milhões de animais em MS

Meta é imunizar contra febre aftosa 20 milhões de animais em MS

Postado em: 3 de maio de 2017

Meta é imunizar contra febre aftosa 20 milhões de animais em MS

Nesta terça-feira (dia 02), o governo do Estado lançou oficialmente a campanha contra a febre aftosa em Mato Grosso do Sul. Neste ano, a meta é imunizar 20 milhões de animais. O lançamento da campanha “Vacinação garante bons lucros” ocorreu no Circuito do Laço Comprido (CLC), em Campo Grande, e contou com a presença de produtores rurais, autoridades e instituições representativas do setor produtivo.

No evento, o governador destacou a importância da parceria com os produtores rurais para manter a carne produzida no Estado reconhecida como de excelência, inclusive no mercado externo. Entre os principais consumidores da carne sul-mato-grossense estão os países asiáticos, países vizinhos do Brasil e a União Europeia.

“Com certeza manter o status que nós temos hoje de área livre de febre aftosa com vacinação, que possibilita principalmente a expansão nos mercados internacionais, é fundamental. A carne de Mato Grosso do Sul é reconhecida como uma carne de excelência, mas precisa manter esse status e isso depende principalmente do trabalho conjunto, da consciência do setor produtivo, da importância da vacinação nesse calendário estabelecido”, reforçou.

Para o diretor presidente da Iagro, Luciano Chiochetta, manter o status de livre de aftosa ajuda a fortalecer o mercado. “Por isso, nós precisamos continuar com o nosso bom trabalho, tanto o serviço público quanto os produtores”, lembrou.

Status

O governador Reinaldo Azambuja defendeu cautela sobre a mudança de status de Mato Grosso do Sul para área livre de aftosa sem vacinação. Entre as causas dessa cautela estão as fronteiras de Mato Grosso do Sul com outros estados e países vizinhos. Para o governador, um prazo maior para pôr fim à vacinação servirá para preparar melhor as questões sanitárias “para que a gente tenha uma total segurança de que se não tiver vacinação a gente possa manter o status sem febre aftosa no nosso rebanho”, enfatizou.

Calendário

Neste ano, a vacinação será realizada em duas etapas, em maio e novembro, com o território estadual dividido em três regiões: planalto, pantanal e zona de fronteira. Os proprietários podem optar por realizar a vacinação em apenas uma das duas etapas, mas as vacinas só podem ser adquiridas durante o período estipulado no calendário e todo o rebanho deverá ser imunizado.

Pelo telefone 0800-679120, do disque aftosa, produtores podem esclarecer dúvidas e pedir mais orientações. Confira as datas abaixo:

Período de Vacinação

Fronteira – de 01/05 a 31/05

Planalto – de 01/05 a 31/05

Pantanal (optantes/Maio) – de 01/05 a 15/06