Lideranças sindicais debatem dívida pública e projetos de lei prejudiciais aos servidores

Lideranças sindicais debatem dívida pública e projetos de lei prejudiciais aos servidores

Postado em: 30 de setembro de 2016

Lideranças sindicais debatem dívida pública e projetos de lei prejudiciais aos servidores

Na última quinta-feira (29), na sede do Sindjus-MS, lideranças sindicais se reuniram para um importante encontro com explanação sobre a dívida pública e os projetos de leis que pretendem prejudicar e retirar direitos dos servidores. Para essa explanação e esclarecimentos, foi convidado o auditor fiscal José Márcio Rielli Motti, diretor de Assuntos Jurídicos do Sinafresp (Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo).

José Márcio é defensor da Auditoria Cidadã da Dívida. “Defendo a auditoria para podermos ver o nível dos nossos débitos, que tem sido pagos de uma forma inadequada e acabaram se estendendo por muitas mais. Com auditoria poderá reduzir a dívida do Brasil e ter uma redução da taxa de juros, que no País é o maior no mundo”, pontuou.

Também foram esclarecidas as dúvidas relacionadas aos projetos de lei – que estão tramitando na Câmara Federal e no Senado – e que pretendem retirar direitos dos servidores, afetando toda a sociedade, entre eles, o PLC 54, PEC 241 e PLS 204.

Segundo o auditor fiscal, cada assunto é muito complexo. “Hoje a sociedade atravessa uma das piores crises que esse país já viveu e a conta dessa ineficiência de gestão será paga pelos servidores públicos e, consequentemente, por toda a sociedade, pois terão prestações de serviços de má qualidade, como um ‘efeito dominó’”, comentou. Ele ressaltou ainda que a sociedade também terá seus direitos afetados por diversos projetos em tramitação, como por exemplo, as mudanças radicais da previdência.

Segundo a presidente do Sigeasfi-MS, Luiza Coutinho, o especialista convidado esclareceu muitas dúvidas, porém este não é um assunto a ser discutido em uma única palestra. “Há necessidade de um conhecimento técnico sobre todos esses projetos, assim como da dívida pública. E esta reunião demonstrou a grande necessidade desse conhecimento em todas as camadas da sociedade. É a vida de cada uma dessas pessoas que está em jogo. As mudanças são grandes e não se resolvem essas questões sem o empenho, participação e mobilização de toda a sociedade”, afirmou Luzia.

Na parte da manhã, o auditor fiscal e dirigentes sindicais visitaram a Assembleia Legislativa e se reuniram com o presidente da Casa, Júnior Mochi, e os dos deputados Lídio Lopes, Beto Pereira, George Takimoto, Onevan de Matos, Cabo Almi e Amarildo Cruz. Na ocasião, o especialista também fez uma explanação sobre os assuntos citados acima. Durante a reunião, ficou definido que no dia 6 de outubro, a auditora fiscal Maria Lucia Fattorelli, coordenadora da organização brasileira Auditoria Cidadã da Dívida, fará o uso da palavra no plenário para prestar um esclarecimento aprofundado da atual situação da dívida pública.

auditoria-cidada-ok1