Iagro orienta população sobre a ocorrência da raiva

Iagro orienta população sobre a ocorrência da raiva

Postado em: 3 de outubro de 2016

Iagro orienta população sobre a ocorrência da raiva

28 de setembro foi o Dia Mundial contra a Raiva. Para orientar a população quanto a doença e também vacinar os animais domésticos, foi realizada uma ação na Praça Ari Coelho, em Campo Grande. Os servidores da Iagro participaram da ação e explicaram para os visitantes sobre a ocorrência da doença no meio rural e urbano e os perigos do morcego contaminado.

Na área rural, por exemplo, transmissão da raiva ocorre entre os morcegos, geralmente os hematófagos (que se alimentam de sangue). Quando estes estão contaminados com o vírus, transmitem aos animais dos quais estão se alimentando (bovinos, equinos, ovinos, caprinos), sendo que estes contraem a enfermidade e começam a apresentar os sinais clínicos entre 30 e 60 dias. Por isso, um dos principais trabalhos da Iagro é a captura de morcegos hematófagos nas propriedades rurais, além da orientação dos produtores em vacinar os animais contra a doença.

De fevereiro deste ano até agora, já foram confirmados em Mato Grosso do Sul 20 animais infectados com o vírus da raiva, de acordo com a Coordenadoria Estadual de Controle de Vetores. A doença já foi detectada, até agora, em 10 morcegos em Campo Grande, um morcego em Corumbá, três bovinos em Itaporã, dois bovinos em Nova Andradina, três cavalos em Rio Verde e um cavalo em Corumbá.

Segundo o coordenador do Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros da Iagro, médico veterinário Fabio Shiroma, a raiva é uma doença perigosa e fatal, que é transmitida dos animais para o homem. Os técnicos da Iagro orientam ainda ,que não se deve manusear esses animais. Assista ao vídeo abaixo: