Governo propõe abono de R$ 200, mas sindicatos devem apresentar contraproposta

Governo propõe abono de R$ 200, mas sindicatos devem apresentar contraproposta

Postado em: 3 de abril de 2016

Governo propõe abono de R$ 200, mas sindicatos devem apresentar contraproposta

Na última reunião do Fórum Dialoga, o governo do Estado apresentou uma proposta de reajuste salarial em forma de abono mensal de R$ 200 para todos os servidores públicos estaduais. Mas as cerca de 40 entidades sindicais e representantes do Executivo não chegaram a um acordo.

Agora, os sindicatos estão avaliando medidas a serem tomadas, além de definir uma contraproposta que deve ser levada na próxima reunião do Fórum, marcada para o dia 11 de abril.

Segundo a presidente do Sigeasfi-MS, Luiza Coutinho, a carreira da Iagro já vem sofrendo uma defasagem salarial acumulada desde o governo anterior: “A cada ano, a situação piora cada vez mais, visto que não houve reposição de perdas inflacionárias no governo atual, sendo anunciado somente um abono de R$ 200”.

Mas além das discussões quanto ao reajuste linear para todas as categorias do governo do Estado, o Sigeasfi já vem negociando demandas específicas, como a urgente reestruturação da Lei nº 4.196/2012, que dispõe sobre a Carreira Fiscalização e Defesa Sanitária. Além disso, essa carreira é uma das únicas que cumpre jornada de trabalho de 8 horas diárias.

“As atividades realizadas pela carreira têm o seu impacto ligado diretamente na economia do nosso Estado, visto que sem defesa agropecuária não há produção, não há comércio, não há produto, não há exportação de produtos agropecuários, não há alimento saudável na mesa da população. Portanto, a carreira aguarda por essa valorização, aguarda por um reconhecimento digno ao empenho dos servidores”, comentou a presidente do Sigeasfi-MS.

Por: Assessoria de Comunicação