Filiados se reúnem em assembleia para discutir a proposta salarial do governo do Estado

Filiados se reúnem em assembleia para discutir a proposta salarial do governo do Estado

Postado em: 18 de maio de 2016

Filiados se reúnem em assembleia para discutir a proposta salarial do governo do Estado

No último domingo, dia 15 de maio, na sede da Iagro Central, em Campo Grande, o Sigeasfi-MS realizou a assembleia geral ordinária para discutir, principalmente, a negociação salarial proposta pelo governo Estado.

A maioria dos filiados aprovou a negociação que vem sendo conduzida pela diretoria do Sigeasfi-MS, o que representa um avanço em relação às demandas da carreira da Iagro, mas espera que o sindicato continue dialogando com o Executivo para que os entraves da Lei nº 4.196/2012 (PCCS da Iagro) possam ser corrigidos.

Na assembleia, foram também discutidas e aprovadas outras demandas da carreira de Fiscalização e Defesa Sanitária, como: adicional de capacitação, adicional de fronteira, promoção por mérito e progressão, entre outros. Houve também um avanço na evolução nas promoções, já que o anexo da referida lei que limita o número de vagas será excluída, o que propiciará a locomoção de uma classe para outra, independente de vagas.

Os servidores presentes que pertencem ao cargo de auxiliar de serviços agropecuários também solicitaram ao sindicato revisão da tabela salarial proposta pelo Governo, pois de acordo com a categoria, as atividades realizadas por essa parcela de servidores diferem das atividades comuns de outros órgãos, merecendo assim, uma diferenciação salarial correspondente às funções que realizam. Esses servidores realizam atividades em postos de fiscalização (barreiras fixas), atividades em cavernas, na captura de morcegos e outros. “A categoria aspira por melhorias salariais condizentes com as funções que exercem”, afirmou a presidente do Sigeasfi-MS, Luiza Coutinho.

Os filiados presentes na assembleia ainda discutiram e aprovaram as contas do exercício de 2015 e a proposta de trabalho da diretoria executiva do sindicato para o ano de 2016.

A diretoria do Sigeasfi-MS considerou a realização da assembleia um grande divisor de águas. “Apesar de não ter tido a maioria maciça de servidores presentes, em virtude da campanha de vacinação contra aftosa, as propostas foram aceitas, mas que o sindicato continue a discutir sobre os gargalos do PCCS”, comentou a presidente do sindicato.

A organização, o encaminhamento e os resultados foram considerados satisfatórios, de acordo com diversos associados presentes.