Estimativa de produção para milho safrinha em MS aumenta para 10,1 milhões de toneladas

Estimativa de produção para milho safrinha em MS aumenta para 10,1 milhões de toneladas

Postado em: 2 de julho de 2019

Estimativa de produção para milho safrinha em MS aumenta para 10,1 milhões de toneladas

Passados 20 dias do início da colheita do milho safrinha em Mato Grosso do Sul, o Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio) revisou a estimativa de produção para 10,127 milhões de toneladas na safra 2018/2019, o que representa aumento de 6% em relação a previsão anterior de 9,5 milhões de toneladas.

Conforme dados do Boletim Casa Rural, o início da colheita no Estado mostra números de produtividade melhores que o esperado, com médias que passam de 100 sacas por hectare. Considerando que 69% das lavouras efetuaram o plantio na janela ideal, com clima favorável para o desenvolvimento da safra, a produtividade também foi revisada em 6%, passando de 83 sc/ha para 88 sc/ha.

Presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke explica que os números são reflexo do planejamento e precisão dos produtores, que constantemente buscam por melhorias técnicas, aliando pesquisa e tecnologia. “Mato Grosso do Sul se consolida como o 3º maior produtor de milho safrinha do Brasil, correspondendo a 10% da produção nacional de milho 2ªsafra”, afirma o presidente.

Na comparação com os dados da safra 2017/2018, houve aumento de área plantada em 5,73%, passando de 1,814 milhão para 1,918 milhão de hectares e crescimento de 29,20% na expectativa de produção total, que foi de 7,838 milhões de toneladas na safra passada.

Os dados apontam para colheita de 5,7 da área plantada com milho no Estado, sendo a região norte a mais avançada, com média de 11,1%, enquanto a região sul está com 5,2% e a região centro com 4,6% de média.  A área colhida até o momento, conforme estimativas do Projeto Siga/MS, é de aproximadamente de 109.326 de hectares.

Fonte: Aprosoja-MS/Sistema Famasul

Foto: Arquivo Aprosoja/MS