Diversas categorias aderem às mobilizações do dia 28 de abril

Diversas categorias aderem às mobilizações do dia 28 de abril

Postado em: 26 de abril de 2017

Diversas categorias aderem às mobilizações do dia 28 de abril

A dois dias da greve geral contra as reformas previdenciária, trabalhista e a terceirização irrestrita, propostas pelo governo de Michel Temer, dezenas de categorias de trabalhadores confirmam participação na paralisação de 28 de abril. Bancários, eletricitários, servidores da saúde pública, professores, comerciários, policiais civis, trabalhadores da construção civil e do transporte coletivo também confirmaram adesão à greve.

Quanto aos servidores públicos estaduais, as entidades que compõem o Fórum dos Servidores Públicos de MS, entre elas o Sigeasfi-MS, estiveram reunidos, nessa terça-feira (25), para discutir os movimentos do dia 28, que está sendo considerada a maior e uma das mais importantes na história do País. A Feserp/MS (Federação dos Servidores Públicos Estaduais e Municipais de MS) também está apoiando os movimentos.

Na sexta-feira, haverá uma série de atos contra as reformas antitrabalhistas, sendo que, em Campo Grande, a concentração será na praça Ari Coelho, às 8h, onde haverá manifestações, trios elétricos, passeata e concentração final na praça do Rádio Clube até às 12h. Às 14h, os manifestantes vão participar de uma audiência pública sobre a Reforma Previdenciária na Assembleia Legislativa.

No interior do Estado, os sindicatos também recomendam, se possível, dos servidores participarem dos atos, bem como os diretores e dirigentes sindicais. No caso do Sigeasfi-MS, não foi possível uma maior organização, através de assembleias, mesmo assim, a diretoria solicita aos servidores da Iagro que participem dos movimentos do dia 28 de abril.

“Se o servidor não puder participar dos atos pela manhã, pode ir no período da tarde. O importante é a união de forças para barrar esses projetos que representam um retrocesso para os trabalhadores e os serviços públicos”, afirmou a presidente do Sigeasfi-MS, Luiza Coutinho.

Por: Assessoria de Comunicação do Sigeasfi-MS