Conceitos precisam se traduzir em atitudes, diz secretário Riedel em evento na Iagro

Conceitos precisam se traduzir em atitudes, diz secretário Riedel em evento na Iagro

Postado em: 8 de setembro de 2016

Conceitos precisam se traduzir em atitudes, diz secretário Riedel em evento na Iagro

O que transforma conceitos em ações são as atitudes. A afirmação é do secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Riedel, durante abertura do último módulo do programa “Gestão Integrada – Desenvolvimento Gerencial”, desenvolvido pela Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) para capacitar seus servidores.

Na abertura do módulo, na segunda-feira (05), no auditório da Iagro, Riedel destacou que o País atravessa um dos momentos mais difíceis em uma contextualização onde é preciso que as instituições se renovem e passem a agir em cima de mudanças que são impostas. “Atividades como esta são fundamentais para construir uma nova concepção de trabalho. A Iagro é uma instituição que tem capacidade de ser modelo para o Governo”, afirmou o dirigente.

A formação iniciou em agosto e foi ministrada sempre nas segundas-feiras, com participação de 90 servidores que gerenciam ou coordenam alguma divisão ou núcleo da Agência, dividida em turmas matutino e vespertino. A capacitação está inserida nas iniciativas do planejamento de gestão do Governo do Estado. “Não basta ficar na definição de que nosso trabalho é nobre. Este é um investimento para fazer nossa principal entrega, que é melhorar o serviço prestado à comunidade”, avaliou o diretor-presidente da Iagro, Luciano Chiochetta.

Riedel enfatizou que a eficiência da gestão pública passa pelo ‘ouvir’, tal como o planejamento da gestão do Governador Reinaldo Azambuja. “O governador primeiro ouviu a população, que apontou a saúde como prioridade. Aí veio o planejamento da Caravana da Saúde, com todos os seus processos tais como a negociação para fecharmos contratos pela tabela do SUS. O resultado está aí, com a realização de mais de 50 mil cirurgias em todo o Estado”, exemplificou.

Outro procedimento do Governo Estadual destacado pelo secretário foi o Portal da Transparência. Com o aperfeiçoamento desta ferramenta, no início do ano, o resultado foi consistente: Mato Grosso do Sul deu um salto de 550% na avaliação do Ranking Nacional da Transparência do Ministério Público Federal (MPF). O Estado passou da nota de 1,4 – registrada em 2015 – para 9,1 este ano, quando a nota máxima é 10. “Houve resistência com a disponibilidade de dados, como por exemplo, a exposição do salário dos servidores. É preciso abrir? questinou-se. Sim, é preciso porque são informações públicas”, enfatizou.

Ao finalizar, Riedel disse que o momento atual requer reorganização das instituições e é o ambiente fértil em oportunidades. “A gente precisa se reiventar. Dá muito trabalho, mas não dá pra ficar na zona de conforto”, destacou. Na sequência dos quatro módulos de capacitação, o assessor executivo do Conselho de Governança, João Francisco Arcoverde Lopez falou sobre planejamento, gestão, controle e, neste último, sobre pessoas no âmbito da ética e da construção de valor. A capacitação foi coordenada pela Segov.

Fonte: Assessoria Segov