Com problemas cardíacos, filiado do Sigeasfi precisa de ajuda para tratamento

Com problemas cardíacos, filiado do Sigeasfi precisa de ajuda para tratamento

Postado em: 14 de setembro de 2018

Com problemas cardíacos, filiado do Sigeasfi precisa de ajuda para tratamento

A família do servidor da Iagro, Wellington Alves do Rosário, de 35 anos, está fazendo uma rifa para custear o tratamento cardíaco do rapaz. O agente fiscal agropecuário mora em Camapuã (MS) e precisou colocar marcapasso há 5 anos, após sofrer uma parada cardíaca.

A situação ficou grave em dezembro do ano passado. Wellington começou a ter arritmias e foi diagnosticado com uma cardiomiopatia dilatada (coração crescido) e com baixa (ejeção), o que dificulta o bombeamento de sangue. “No mês de junho, estive com 33% e no mês de agosto já estava 28% sendo o normal de 60% acima”, informou Wellington em uma postagem na sua página pessoal do Facebook no dia 12 de setembro.

Ele precisa tomar vários medicamentos como Concárdio, Eliquis, Furosemida, Aradois (Losartana), Amiodarona, Citalopram, Sany D 2000, Espirolactona. Já precisou ficar internado três vezes desde o início do ano e agora depende da avaliação de especialistas de São Paulo para saber se vai precisar de um transplante de coração.

“Hoje o que faz esse coração crescido bater são os estímulos do marcapasso, caso danifique, este aparelho possuo grande probabilidade de ir a óbito. Por isso, preciso passar por especialistas fora do Estado para verificar o que pode ser feito. Já me falaram até de transplante cardíaco, mas isso vamos averiguar com a junta médica especializada no Hospital de Base de São José  do Rio Preto – SP”, explicou.

Wellington aguarda a liberação do convênio para realizar a viagem. No entanto, o servidor precisa de ajuda para pagar as taxas cobradas para as consultas e exames, que têm um custo elevado, e ainda as despesas de locomoção, estadia e alimentação.

Com a ajuda de um fazendeiro, que fez a doação de uma novilha, a família está fazendo uma rifa no valor de R$ 20,00.

Quem puder ajudar, pode entrar em contato pelo telefone (67) 99641-9376. O pagamento pode ser feito por meio de depósito na seguinte conta:

BANCO DO BRASIL:

AGÊNCIA 0838-9

CONTA POUPANÇA: 5580-8

CPF: 973.307.521-34 – Wellington Alves do Rosário

Fonte: Com informações do site Brito News – Foto: Rede Social/Facebook