Cisticercose e agrotóxicos são temas de capacitação para servidores de Naviraí

Cisticercose e agrotóxicos são temas de capacitação para servidores de Naviraí

Postado em: 13 de setembro de 2016

Cisticercose e agrotóxicos são temas de capacitação para servidores de Naviraí

Buscando aprimorar os serviços no Estado e manter a excelência dos resultados do setor produtivo, servidores da Iagro e da Agraer da região de Naviraí estão recebendo nesta terça-feira, dia 13, uma capacitação sobre agrotóxicos e a doença infecciosa cisticercose.

As palestras e oficinas estão sendo realizadas pelos fiscais agropecuários Luciano Fabrízio de Oliveira (médico veterinário) e Sílvia Vollino Libman Luft (engenheira agrônoma) e pela gestora agropecuária Terezinha Cléa Signorini Feldens (pedagoga), também coordenadora da equipe de Educação Sanitária da Iagro.

Os dois temas são de extrema importância para a saúde da população. A cisticercose, por exemplo, é uma zoonose  que pode provocar uma série de prejuízos à saúde dos consumidores, mas a contaminação das carnes somente poderá ser identificada mediante a inspeção de um servidor de defesa sanitária capacitado.

O uso de agrotóxicos é uma realidade no meio rural, por isso, é muito importante a tomada de medidas de segurança com o motivo de resguardar a saúde do trabalhador, das pessoas que vivem no meio rural e do meio ambiente. A legislação que regulamenta a destinação das embalagens vazias (Lei 9.974/00) estipula que o agricultor tem o prazo de até um ano após a compra para devolver suas embalagens na unidade de recebimento indicada na NF de compra. Caso haja produto na embalagem, o agricultor deve devolver suas embalagens vazias em até seis meses após o vencimento. Mas caso não faça a entrega, pode sofrer penalidades administrativas, além de responder por crime ambiental.

Ainda serão capacitados os servidores de Três Lagoas (20/09), Coxim (06/10) e Ponta Porã (06/11).

Por: Assessoria de Comunicação do Sigeasfi